Experiências Incríveis

Kawehi domina a tecnologia e cria uma Orquestra de uma só mulher

Deb Miller Landau iQ Managing Editor
Kawehi

Dos arredores de Kansas City, uma mulher reproduz o som de instrumentos, movimenta-se e grava sua trajetória para todos os cantos do planeta.

No mesmo estúdio de gravação de Los Angeles onde Frank Sinatra gravou sucessos como My Way e New York, New York e onde os Beach Boys lançaram Good Vibrations e California Girls, a banda de uma única mulher nascida no Havaí que se chama Kawehi chega vestindo jeans e camiseta branca. Kawehi está aqui para gravar uma incrível mescla musical entre a 5a Sinfonia de Beethoven e o “bong” da Intel — dois dos sons de quatro notas mais fáceis de identificar em todo o mundo. Ela está gravando uma trilha de áudio para um comercial de TV da Intel mas, o mais importante é que está mostrando para o mundo como utiliza a tecnologia para criar experiências musicais surpreendentes. “Eu comecei tocando em um bar para um público de seis pessoas que provavelmente estavam lá para beber e assistir a uma partida de futebol e cheguei a até esgotar shows na Europa”, disse Kawehi, de 33 anos. Quando seu “cover” do sucesso do Nirvana Heart-Shaped Box tornou-se viral no YouTube em 2014, a música de Kawehi ecoou da Flórida a Frankfurt, passando por todas as cidadezinhas pelo caminho. “Está sendo uma jornada maravilhosa.” Kawehi_white-dress Ela é uma artista solo que escreve, faz os arranjos e grava suas próprias músicas. Em sua página no Vimeo I am Kawehi, os vídeos mostram-na criando uma explosão de sons lindíssimos — geralmente com apenas um microfone, um notebook e sua voz. “Como não tenho banda, tenho que criar uma”, disse ela. “Então você começa fazendo beatboxing – imitando o som dos instrumentos – e acrescenta um pouco de baixo. E talvez coloque um pouco de teclado, guitarra…” Ao gravar os sons e reuni-los em camadas em tempo real, Kawehi consegue criar o som de uma banda com vários artistas. Ela trouxe seu equipamento para os lendários Eastwest Studios em Hollywood a fim de criar uma experiência musical semelhante a uma banda com muitas pessoas. As paredes do estúdio são cobertas de ardósia com desenhos e parecem cantarolar com a história de tantos sons famosos. O local é decorado com um sofá de couro, espelhos gigantescos e grandes candelabros. A iluminação é tão escura que até mesmo as estrelas do rock teriam que tirar seus óculos de sol. “Kawehi é uma orquestra de uma só mulher,” disse Paul Tapp, Diretor de Tecnologia para o Departamento de Marketing da Intel. “Ela geralmente empilha oito trilhas ao mesmo tempo e emprega alguns efeitos em tempo real, tais como reverberação, atraso e distorção e, portanto, exige muito do processador,” acrescentou, referindo-se ao “cérebro” do seu Macbook da Apple  Ele comentou que a 5a geração do processador Intel Core é provavelmente mais importante para a performance de Kawehi do que qualquer instrumento. INCOH30996_Kawehi_13136-feature De Hollywood para Harmony Kawehi mudou-se do Havaí para Los Angeles aos 20 anos, pensando que aquele seria o passaporte para a realização do seu sonho de se tornar uma estrela do rock. Ela conheceu seu marido e parceiro musical Paul Wight e os dois conquistaram a duras penas uma vida juntos, até que um dia se cansaram. “Todo mundo se muda para LA para ser músico, mas é realmente difícil”, disse Kawehi. “É caro e é muito difícil realizar alguma coisa artisticamente porque você está trabalhando duro para pagar o aluguel.” Kawehi_home Um dia, seu marido chegou em casa e mostrou-lhe fotos de um prédio de 465 m2 que coincidentemente tinha dois estúdios de gravação no andar de baixo. Era mais barato do que seu pequeno apartamento em Los Angeles. Tudo nele parecia perfeito… exceto que ficava em Kansas. O casal teve um estalo de fé, colocou todos os seus pertences em um caminhão de mudança e mudou-se para Lawrence, Kansas. Eles rapidamente colocaram o estúdio de gravação em operação, lançando vídeos e fazendo experiências com música e tecnologia. Kawehi compõe e executa, enquanto Paul produz e cria vídeos. Eles trabalham juntos enviando correspondência, marcando datas de turnês e montando apresentações. Fizeram sete EPs, todos com financiamento coletivo por intermédio do Kickstarter, inclusive seu projeto mais recente, chamado Interaktiv, que foi totalmente financiado em uma hora. Ela disse tratar-se de uma excelente plataforma para qualquer projeto do tipo “faça você mesmo”. “Quero fazer isso pelo resto da minha vida”, revelou Kawehi. “Tocando em shows, gravando discos e vivendo a vida desta maneira.” Kawehi_live Tech ‘n’ Roll Quando a Intel procurou Kawehi para fazer música, ela não pensou duas vezes. “Foi um projeto superinteressante para mim, porque pude fazer exatamente o que eu faço”, explicou. Exatamente como em um concerto ao vivo, Kawehi faz riffs e improvisa, transformando cada apresentação em uma experiência única e original. “Escolhemos Kawehi porque ela é um exemplo típico de como os músicos modernos estão rompendo com o processo de produção tradicional”, disse Tapp da Intel. “Sem a menor dificuldade, ela incorpora em suas canções os sons de instrumentos que ela nem precisou aprender a tocar.” Tapp explicou que a criação de música por computador exige um conjunto de habilidades totalmente diferente. “É claro que nós da Intel adoramos esses exemplos de como os artistas usam nossa tecnologia”, acrescentou. Tapp disse que para reproduzir a Digital Audio Workstation (DAW) de Kawehi seria necessário um computador com capacidade de processamento extremamente ágil. “Kawehi usa um Macbook, mas também seria possível usar um 2 em 1 com a 6a geração do Intel Core e Thunderbolt 3,” disse. “O requisito de baixa latência é fundamental aqui, o que significa que o sistema precisa ser capaz de processar o áudio e reproduzi-lo imediatamente.” Ele disse que a configuração do computador pode ser reproduzida usando-se as principais opções de software, tais como Ableton, Cakewalk, Cubase ou ProTools  Ela usa a interface de áudio Universal Audio Apollo Twin e seu teclado MIDI é o Novation MiniNova. Tapp disse que Kawehi também utiliza o Novation LaunchPad para acionar suas amostras de loop. “Os computadores já são inseparáveis da música”, disse Tapp. “Você teria muita dificuldade para criar, gravar e publicar música atualmente sem um computador em algum ponto desse processo.” De volta ao estúdio de Hollywood, Kawehi faz um intervalo na gravação e fala sobre como o uso da tecnologia permitiu que ela compartilhasse sua música com o resto do mundo, apesar de estar isolada no meio dos Estados Unidos. “É claro que passamos muito tempo em aviões”, confessou. Recentemente ela se apresentou nos Estados Unidos e Europa, mas gosta do sossego de sua casa com seu marido e três cachorros. “Mas, no final das contas, posso morar onde eu quiser. Posso fazer música em qualquer lugar.” Nota editorial: Nesta série da Experience Amazing, a iQ explora como a tecnologia dos componentes internos possibilita experiências incríveis mundo afora. Vamos analisar como esses recursos computacionais são a base de novas experiências e descobertas nos mundos da ciência, manufatura, moda, esportes e entretenimento. Para saber mais sobre a tecnologia existente por trás dessas histórias, acesse o site Experience Amazing. The post Kawehi domina a tecnologia e cria uma Orquestra de uma só mulher appeared first on iQ by Intel.

Compartilhe esse artigo

Tópicos relacionados

Entretenimento

Leia também