Entretenimento

Podcast: chegou a hora de começar a ouvir

Podcasting é uma forma de publicação de arquivos de mídia digital quem foi além do formato e se tornou uma espécie de rádio sob demanda na internet.

Houve um tempo em que a cada nova mídia que nascia, a morte de uma outra era decretada. Foi assim com o rádio quando a TV surgiu, foi assim com a TV quando o streaming apareceu. Em pleno 2017, mais de 100 anos desde a criação do rádio, podemos afirmar sem medo que não, o rádio não só não morreu, como evoluiu e ganhou descendentes, ainda que indiretos. Ainda que não seja transmitido pelas ondas do rádio, o podcast, como o conhecemos hoje, deve e muito a esse ancestral. Quando surgiu, ele não era visto como um formato de mídia, mas apenas como uma forma de publicar arquivos na internet. Hoje, porém, podcast também é visto também como um rádio por demanda.

E se você acha que o termo podcast deriva de iPod, saiba que você está correto. Podcasting é uma forma de publicação de arquivos de mídia digital — áudio, mas também vídeo, foto etc — na internet, através de um feed RSS, permitindo aos usuários acompanhar sua atualização. Logo, a palavra “podcasting” pode ser uma junção de iPod, da Apple (de onde saíram os primeiros códigos de podcasting), ou ainda da sigla “Personal On Demand” (numa tradução literal, algo pessoal e sob demanda), e broadcasting, transmissão de rádio ou televisão.

Já o conceito do podcast é atribuído ao ex-VJ da MTV Adam Curry, que criou o primeiro agregador de podcasts usando a Applescript, uma linguagem de computador que age sobre a interface do sistema operacional da Apple, e disponibilizou o código na internet para que outros programadores pudessem usar e ajudar. Foi aí que Dave Winer incluiu o enclosure, um elemento na especificação RSS 2.0, o que possibilitou o conceito do podcast ser realmente utilizado. A utilização de um feed RSS para distribuir o conteúdo é a grande diferença do podcasting em relação aos audioblogues, vlogs e flogs.

Resumindo: a série de arquivos publicados por podcasting é que é chamada de podcast, enquanto o autor de um podcast é o podcaster. Porém, hoje, podcast é sinônimo de programa de áudio da internet. O formato é utilizado por diversas pessoas e empresas para divulgar notícias e sua própria programação, assim como algumas universidades, que começaram a disponibilizar podcasts com o áudio das aulas, por exemplo.

Two Men Podcasting

Os temas dos podcasts são os mais abrangentes possíveis: cinema, TV, literatura, ciências, carreira, política, notícias, games, religiosos, educacionais, humorísticos, musicais, esportivos e muito mais. Além de fonte de informação e de entretenimento, os podcasts também pode ser uma fonte de aprendizado, de determinados temas, ou até de outros idiomas, visto que é fácil encontrar na internet podcasts em outras línguas e assim treinar a escuta e a pronúncia.

Hoje, grande parte das rádios, inclusive no Brasil, que possuem versão digital já disponibilizam alguns programos no formato de podcast. Mais recentemente, serviços de streaming de música como Deezer e Spotify incluíram podcasts em suas bibliotecas, facilitando ainda mais o acesso. Como esse formato pode ser baixado por download, o podcast é uma boa opção para quando o usuário está sem acesso à internet.

E por ser um formato de mídia que é consumido sob demanda, transmitido via RSS, o podcast exige que o usuário tenha um agregador instalado em seus equipamentos. Você pode usar agregadores como iTunes ou Ziepod para PCs, BeyondPod ou PodStore para Android, Wecast ou o nativo Podcasts para iOS e mais uma infinidade de aplicativos para todas as plataformas.

Podcast pelo mundo

Um artigo publicado pelo eMarketer em junho de 2016 mostra que nos Estados Unidos, assim como no restante do mundo, as pessoas sabem o que é podcast. Uma pesquisa da Wondery e da comScore sobre os hábitos de escuta de podcast mostra que 40% dos entrevistados estão familiarizados com o conceito, mas nunca escutaram, enquanto 14% dos usuários disseram ter escutado podcasts, mas não nos últimos seis meses. Quase um em cada cinco usuários pesquisados disseram ter escutado podcasts nos últimos seis meses. Desses, 21% dos entrevistados afirmaram ter ouvido podcasts recentemente e um terço contaram que escutam mais de uma vez por semana. Além disso, 22% dos internautas estadunidense afirmaram que escutam podcasts uma vez por semana e 30% disseram que o fazem de uma a três vezes por mês. Nos Estados Unidos, um dos maiores sucesso é o Serial. Na América Latina também não faltam bons exemplos. Recentemente, a revista GQ mexicana publicou uma lista com indicações de produções em inglês e em espanhol para escutar no trânsito (outra ótima função).

Woman With Green Earphones Listens Podcast Music On Tablet

Curiosamente, no Brasil, já existe, desde 2015, um Dia do Podcast. O Dia do Podcast é comemorado em 21 de outubro e tem como objetivo difundir o formato. O primeiro podcast brasileiro surgiu em 21 de outubro de 2004 pelas mãos de Danilo Medeiros, que criou o podcast Digital Minds. Esse não foi o primeiro blog a disponibilizar arquivos de áudio para download, mas foi o primeiro a fazê-lo através do podcasting. Em seguida surgiram o Podcast do Gui Leite, Perhappiness, de Rodrigo Stulzer, e Código Livre, de Ricardo Macari.

Apesar de promissor, o crescimento do podcast no Brasil foi lento e gradual. Em meados de 2006, com poucos remanescentes da primeira geração ainda publicando, vários novos podcasts surgiram e, em 2008, o Prêmio iBest, então um dos principais prêmios brasileiros voltados à internet, incluiu a categoria Podcast para julgamento por voto popular. O primeiro vencedor foi o Nerdcast, do site Jovem Nerd, até hoje o mais escutado. Segundo dados do próprio site, o podcast atualmente chega a um milhão de downloads por episódio.

Compartilhe esse artigo

Tópicos relacionados

Entretenimento Inovação Tecnológica

Leia também